domingo, 2 de setembro de 2012

Como Calcular Horas Trabalhadas

Como Calcular Horas Trabalhadas



Várias razões podem levar uma pessoa a calcular suas horas de trabalho, tanto em um momento de desligamento do trabalho quanto em plena atividade no vínculo empregatício.
A lei determina uma jornada de 44 horas semanais para fazer jus ao descanso remunerado reivindicado e conquistado pelos direitos trabalhistas. O cálculo de horas trabalhadas deve ser a soma das horas efetivamente trabalhadas e das horas de repouso remunerado, dividido pelos dias do mês comercial e contábil.
Então, trabalhando em média 180 horas por mês, efetivamente e plenamente trabalhadas e mais 4 horas de repouso remunerado, divide-se o número de 200 horas, que são as horas efetivamente remuneradas (e não efetivamente trabalhadas) por 30 (dias do mês comercial e contábil) e encontra-se o número de horas trabalhadas pelo funcionário em questão. Para saber o valor de tais horas, é necessário encontrar o valor de cada hora trabalhada, de acordo com o salário que aquele funcionário recebe no mês.
A utilidade de se saber a quantidade de horas trabalhadas está diretamente ligada ao salário do funcionário em meses quebrados, nos quais ele começou ou parou de servir a determinada empresa. É necessário para saber quanto o funcionário deverá receber na ausência de determinados dias no mês comercial.
Pode-se usar o cálculo de horas trabalhadas também para se ter controle, no caso de pessoas que trabalham e recebem pro produção ou por hora. Nestes casos, o funcionário deve manter em dia o cálculo das horas trabalhadas e não deixar para fazer ao final do mês ou na hora do pagamento. Qualquer por parte do empregador ou do funcionário pode resultar em diferenças no pagamento, o que pode também gerar desavenças que podem ser evitadas. O ambiente de trabalho é uma questão delicada e não pode estar vulnerável a erros que abalem a harmonia entre patrão e funcionário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário